segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Minhas tardes em natal

 Ao doce encanto
nessa minha doce vida
vejo meus poemas de fim de tarde...
dias de sol e chuva
alegria e nostalgia
amor e saudade
recomeço e saudade
sonho e lembranças
penso onde vivo e de onde venho
nos dias ensolarados de minha doce vida...

sábado, 24 de setembro de 2011

Meu encanto poetico


Vi com grande felicidade
minha manha se estender
acordei com a poesia
e fiz dos escritos nova magia...
Hoje, sabado de sol
participei como expectadora .
do bate papo literario nas
Paulinas
Foi um momento unico. especial.....
O encontro da escritora Salizete e o ilustrador Andre
Maravilhoso.Meu filho participou e adorou estar naquele espaço onde ar que respiravamos era somente cultura...

sábado, 10 de setembro de 2011

Projeto de leitura da Escola Estadual Isabel Gondim

 Registro com grande satisfação, a alegria de reencontrar a amiga escritura a amiga escritora Flauzineide Moura e a querida contadora de história "Daluzinha" na tarde do dia 09 de setembro - Desfile cívico da E.E.Isabel Gondim - Rocas - Natal - RN. Um projeto encantador e motivador. Adorei o convite das amigas, voltarei.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Castelo de Palavras

 Construí com alegria,
Um castelo diferente,
de alicerce colorido,
e com paredes inteligentes.

 Mas, que castelo seria esse...
Todo feito de alegria,
De palavras brincalhonas,
Nesse castelo ter serventia?

 Digo que é um castelo poema,
Que inventei certo dia,
É feito de sonhos e saudades,
Que minha alma alivia.

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Calçadas de um passado

Caminho lentamente,
passos incertos e contados,
sobre as calçadas do meu passado.
Por onde tantas vezes brinquei,
agora refaço um trajeto de lembranças.
Sao lembranças benfazejas,
sao historias de minha infância,
no lugar que eu amei viver.
Por essas calçadas corri,
por essas calçadas deixei o tempo passar.
A esse passado retorno, a esse lugar eu quero amar.
E somente por aqui, deixei minhas marcas ficar.

domingo, 3 de julho de 2011

Estrelinhas adormecidas

Os sonhos da menina,
todos espalhados no seu sono.
Feito estrelinhas adormecidas no céu,
as palavras povoaram suas tardes ensolaradas.
Sob um céu acolhedor e poético,
a menina escreve e sonha.
O tempo ligeiro e sem preocupação
a faz dona de seu próprio destino.
Versos sem nexo, poemas e ilusões,
numa infância inesquecível,
a menina sonha, Le e escreve.
Na tenra idade, ela cria, deseja e ama.
A menina brinca, espera crescer e sonha.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Formando escritores no projeto voluntario


Ruthy tem 13 anos e tem uma habilidade com a oralidade , escrita espontânea, mas esta conhecendo o projeto agora.Ela estuda em escola publica, mas é um exemplo de aluna,é muito aplicada em tudo que faz.Em breve, estará se encontrando com o grupo de Areia Branca.Wandersom também tem 13 anos e estuda na mesma turma de Ruthy, ele já participou desse projeto em Areia Branca.Independente dele ser meu filho, e´um excelente escritor, gosta de ampliar seu vocabulário em diferentes leituras no seu cotidiano.Hoje conversei com o escritor cordelista MC Garcia e o mesmo esta´com um excelente projeto na biblioteca na Redinha, aqui em Natal. Estou otimista em desenvolver mais um projeto de incentivo a formação de escritores potiguares.Outros convidados confirmarão presença nesse grupo, a citar Brendo Henrique, Matheus Vinicius, Ana Luiza Rosewarne, entre outros .Esse projeto tem objetivo bastante coerente com a missão de reativar o grupo de leitores de um projeto que durou exatamente 10 anos em Areia Branca.Agora em julho estaremos nos encontrando em Natal, e Daluzinha Avlis sera uma das nossas parceiras.

terça-feira, 28 de junho de 2011

Aos poetas do meu lugar


Quando volto ao meu lugar, lembro dos projetos audaciosos e que me deram suporte para prosseguir como incentivadora de leitura.Desde 1998, na escolinha que inventei na garagem de minha casa em Areia Branca, me envolvi por completo na missão de desenvolver um projeto com crianças e adolescentes de meu bairro.Agora, me deparo com uma situação de verdadeiro deslumbramento, as crianças hoje são adolescentes e jovens, cada um já buscando seus próprios caminhos na vida.Falo de Bianca Felipe,William Coelho,Gabriel Philip, Wanderson Rogenes,Matheus Vinicius ,Katia Luz e tantos outros escritores natos de Areia Branca.Em outubro , esses serão apresentados como os mais jovens escritores de nossa terra.Esse projeto tem como finalidade,incentivá-los a escrever em verso e prosa, nas diversas oficinas que teremos ainda esse ano.Fico feliz em poder continuar com esse projeto voluntario de incentivo a leitura e formação de escritores mirins.

sábado, 25 de junho de 2011

Nasce um novo grupo em Areia Branca-RN(23/06\2011)


 Estive em Areia Branca essa semana ,no dia 23 de junho, mais precisamente. Foi um sonho reencontrar Kátia Luz, Bianca Felipe e William Coelho numa reunião super descontraída.As ideias foram surgindo e um novo projeto surge com base no anterior.O potencial desses adolescente é extremamente inegável.Fui professora dos trés e sei o quanto eles possuem habilidades natas para escrever,Bianca lançou seu primeiro livro aos 7 anos de idade, William nao publicou ainda, mas tem um vasto material escrito e que eu li. A Katia Luz tem um dom incontestável, de um vocabulário riquíssimo.Cabe agora ao grupo montar o blog para divulgar essa literatura maravilhosa.No que depender de mim,estarei apoiando e levando-os a caminharem a diante, em busca de um universo maravilhoso da literatura.Eu jamais me desviei dos meus sonhos e por isso realizo tudo aquilo que acredito. Nao me interessa a opinião dos outros, mas a onde eu quero chegar. A leitura é uma porta aberta, entra por ela quem pensa em alargar sua visão de mundo. Gabriel Philipe está convidado a participar desse projeto e o interesse deve partir dele. Outros interessados devem procurar Bianca Felipe, William coelho ou Kátia Luz e combinar a formação desse blog que tem como título"Cartas poéticas". A apresentação desse grupo será no lançamento do meu quarto livro "A menina que brincava com as palavras..." em Areia Branca(biblioteca pública) e no ponto da leitura(Redinha-Natal-RN) Ainda esse ano de 2011.

domingo, 19 de junho de 2011

Estou de férias

A sensação que me invade agora é indescritível,
sinto uma vontade maluca de correr descalça pela areia molhada da praia.
Mas esse desejo e´maluco, pois esta praia do meu desejo fica a 280 km de Natal...
Mas , nessa manha de domingo, fico a sonhar e escrever.E escrevo sobre uma saudade infinita de um lugar de minha história...

A menina que brincava com as palavras -Maria Antonia Bezerra

Brincar de tantas formas,
brincar e aprender,
aprender e brincar.
Ler de tantas formas,
ler e aprender.
aprender e ler...
Assim defino os meus momentos junto aos meus alunos.

domingo, 5 de junho de 2011

meus livros...

Há alguns anos, pude publicar meu primeiro livro(2003),cujo projeto me rendeu grandes experiências. Não parei mais, tomei gosto e em 2005, apresentei uma experiência pedagógica e me envolvi cada vez mais na tarefa de realizar escritos, em prosa e verso.Quando chegou 2009, nao deu outra, publiquei "Poemas na Areia",Agora, já conclui o novo, intitulado de "A menina que brincava com as palavras",cujo trabalho é bem distinto dos demais.Ponho um pouco de mim e dos sentimentos que são de todos,esperando conquistar um publico maior de leitores.O lançamento pode acontecer primeiro em Areia Branca(cidade que não esqueço).Aguardem, caros amigos, e somente lendo para conhecer o encanto de uma menina ao ver o mundo sob uma ótica poética...

sexta-feira, 3 de junho de 2011

novo livro

Preciso pensar em um novo livro e ter o encanto primeiro, mesmo que escrever faça parte de minha vida.
Um novo escrito, um recomeço, um novo sonho.Brincar,sonhar,escrever, esperar, partilhar, amar,despertar,e tantos outros sentimentos que ressurgem com esse novo projeto.Nao tenho um publico certo de leitores, quando escrevo para adultos, são as crianças que acabam gostando do livro,por isso  esse trabalho(quarto livro),segue para todos.Espero conquistar mais um espaço na estante literária dos amigos com esse singelo trabalho."A menina que brincava com as palavras" é um pouco de tudo, poemas que falam de infância, curiosidade e descobertas de uma menina que vê o mundo sob uma ótica poética.

Apresentação do projeto de poesia -"sexta literária"-Cmei Célia Martins -Natal-2011

Com grande satisfação,estivemos todos reunidos no auditório da escola para compartilhar com todos, o recital do poema de Vinicius de Moraes,cujo resultado vem sendo mostrado desde o inicio do projeto em março.Os alunos participaram e ,ao mesmo tempo,contextualizaram com uma citação da biblia, atraves da fala de Paulo.O apoio das estagiárias, Daniele e Fabíola foi muito importante.Fechamos o trimestre com chave de ouro, a turma  vem apresentando bons resultados com a leitura, escrita e compreensão.Todas as turmas apresentaram de forma brilhante, a dedicação de todas as educadoras é notável.Todos estão de parabéns, equipe gestora, equipe de apoio, educadoras e alunos.Mais uma edição do projeto geral do Cmei que traz alegria, conhecimento e incentivo a leitura.Um momento legal e divertido foi a distribuição de chocolate.O projeto "Sexta Literária"é um projeto do Cmei e acontece a cada semestre,na ultima sexta do mes. Parabéns a todos.

domingo, 22 de maio de 2011

A poesia como recurso propiciatório do desenvolvimento e autonomia da leitura e escrita...



Estamos muito satisfeitos com esse projeto em sala, cujas leituras estratégicas levaram as crianças a terem contato com um gênero da literatura , a poesia. Recurso pedagógico que permite uma ampla condição de trabalho, visto que,as crianças exploram os temas e relacionam ao contexto do cotidiano.Agradeço a companheira Ana Melo, que teve um entusiasmo de nos acompanhar nesta empreitada, cujas pesquisas para a "antologia poética" partiram de suas iniciativas atraves da internet. O seu trabalho no Cmei Celia Martins foi de grande importância.A sua preocupação constante em desenvolver estratégia inovadoras com leitura e escrita, realmente foram e sempre serao notáveis.Muito sucesso nesse novo cenário de trabalho.Ficamos com saudades e felizes por sua conquista.

Os resultados obtidos nesse primeiro trimestre com o projeto de poesia ...

 A proposta principal desse projeto é facilitar o processo de leitura, escrita e oralidade da criança.Agregado ao projeto geral do Cmei, as atividades são pensadas em sala, partindo dos interesses da criança.Por isso, o poema escolhido foi o de Vinicius de Moraes, tendo a maioria se identificado com a linguagem do autor.O poema fala de muitas coisas e leva a uma reflexão sobre a familia, segurança e alguns valores que precisam ser resgatados pela escola e pela familia, naturalmente.
video

A oficina do poema "A porta" de Vinicius de Moraes


Na sexta ultima, dia vinte deste, realizamos um recital de poesia e achei legal as crianças ganhando autonomia e desenvoltura com a linguagem poética. Convidamos uma mãe de uma aluna para registrar no primeiro momento da oficina e o resultado foi positivo.A poesia e´um recurso riquíssimo para desenvolver a pratica com leitura, escrita e oralidade.Sou suspeita para dizer o quanto foi bom explorar o poema, ler, recitar e refletir...E por isso, registramos as opiniões dos alunos.Estamos terminando o primeiro trimestre e chegamos a conclusão de que um projeto dessa natureza e´viável sim, e temos como adaptá-lo a qualquer faixa etária.Na educação infantil está sendo uma importante experiência, pois só tinha realizado projetos como esse, no ensino fundamental, até então.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Sobre o projeto de poesia em sala de aula...


A literatura infantil sempre foi uma de minhas paixões...E ao desenvolver um projeto em sala com poesia está me deixando entusiasmada.A turma hoje me surpreendeu ao criar um rap do poema de Vinicius de Moraes...E na próxima semana,iremos apresentar o recital e todo o material produzido durante o primeiro trimestre em nossa turma.Agradeço a Deus por ter me abençoado com uma colega de trabalho também entusiasmada pela literatura infantil,cujo gênero é a poesia para criança.A turma da amizade esta´numa empolgaçao que só vendo para crer...

domingo, 15 de maio de 2011

A menina que brincava com as palavras -Maria Antonia Bezerra

A menina que tanto brincava tanto com seus sonhos, brincava com suas fantasias e inventava mundos paralelos, aprendeu que o mundo se torna melhor quando olhamos ao redor com mais preocupação, com menos egoísmo, mais responsabilidade e mais amor...A POESIA faz parte de nossas vidas, tem importante papel no processo de formação do individuo.

projeto de literatura em sala de aula

 Para desenvolver um projeto de literatura , e´preciso definir o que se espera com um trabalho desse em sala de aula com crianças, numa faixa etária.de 5 a 6 anos.A linguagem poética é um instrumento funcional e importante para melhorar o processo de aprendizagem nas diversas áreas de conhecimento.A pesquisa e a constante curiosidade em buscar novas estratégia de leitura no cotidiano escolar.

sábado, 14 de maio de 2011

Meu ultimo livro...

Poemas na Areia, livro que fala de sentimentos, momentos em falo de um olhar atento as belezas naturais do lugar que amo...Falo principalmente saudade.Aguardem o livro:A menina que brincava com as palavras...

Felicidade

a

Um reencontro especial com a escritora areiabranquense, Bianca Felipe no Relançamento de Poemas na Areia(Areia Branca-outubro de 2010)

A linguagem poética como recurso de incentivo a leitura e escrita

Entre risos e brincadeiras, planos de aula e proposta de trabalho,a poesia de Vinicius de Moraes, Cecilia Meireles, Pedro Bandeira , José Paulo Paes, Roseana Murray, entre outros escritores da literatura infantil,promove desde março, um show de leitura prazerosa em sala de aula no Cmei Celia Martins(Natal-2011),O encanto, a fantasia, a pesquisa e o processo de leitura com escrita estao atrelados aos conteúdos e os temas de trabalho...Nesse primeiro trimestre, eu e a professora da turma da tarde, realizamos varias oficinas com sucesso.As crianças estao aprendendo a gostar de uma linguagem mal trabalhada ate então. Trabalhamos todos os eixos e conteúdos  e de uma forma gostosa, divertida.A construção de uma antologia poética possibilita uma pesquisa constante para que o projeto se constitua de situações reais e de necessidades observadas em sala de aula. O projeto de literatura vem sendo desenvolvido pela sala da amizade, nos turnos matutino e vespertino , e nos professoras,Ana Melo e eu, estamos otimistas e ao mesmo tempo comprometidas com os resultados daqui pra frente adquiridos pelos nossos alunos que estao numa faixa etária de 5 e 6 anos...

terça-feira, 10 de maio de 2011

A menina que brincava com as palavras -Maria Antonia Bezerra

Brincar com letras, sonhar com palavras e imaginar novas historias...
Em sala, professora e alunos, alunos e professora...Todos somos curiosos em descobrir, despertar o desejo pelo conhecimento.A leitura presente nos atos mais simples, leituras de mundo, conversas francas e necessarias para o crescimento individual.A Poesia sendo o veiculo de um olhar  simples, para ver e descrever o mundo a nossa volta.A leitura que interfere na postura do outro, de si mesmo e em relação ao ambiente.A leitura do olhar, a linguagem que amplia o vocabulário, que inicia o processo de inclusão na sociedade letrada...Assim e o projeto da turma da Amizade, no Cmei Celia Martins do nível quatro, Natal-RN(maio de 2011).

brincadeira com letras, silabas e palavras...


Sala de aula,
crianças, novidades,
letras,
conversa,
encanto.
A poesia, um projeto...
A descoberta,
leitura,
escrita,
reescrita,
sonhos,
novidade,
maio,
historias,
avanço...
a poesia esta em todos os momentos.

sexta-feira, 6 de maio de 2011

..:: Ronaldo Escrevendo ::..: Versos Diversos

..:: Ronaldo Escrevendo ::..: Versos Diversos

Me deu uma vontade de comer pipoca com meus alunos...E de repente me veio uma ideia maluca de brincar com poesia e de comer pipoca.Ora, pipoca e poesia, poesia e pipoca, o que tem a ver mesmo?Os alunos disseram:- Tia, tudo começa com P; tia, e´legal ler e comer...;Ah, eu quero escrever somente palavras com a lera P...
A partir dessa conversa com as crianças, fiquei pesquisando um autor que aguçasse a imaginaçao e curiosidade das crianças, e encontrei um livro de Roseana Murray, onde tudo começa assim":QUAL A PALAVRA?
E entao escrevi um pequeno projeto de oficina, algo simples e facil de ser adaptado em outras salas de aula.O melhor dessa leitura e´a dinamica que envolve os participantes a participarem de uma leitura curiosa nos saquinhos de pipoca.No meio da oficina tem a curiosidade sem perda do encanto da linguagem poetica.O objetivo dessa oficina e´mostrar uma estrate´gia com leitura utilizando de um ato legal de descoberta pelas letras e palavras...P?o "p" de tantas coisas, de tantas palavras, a pipoca, o poema, Pedro Bandeira(grande escritor), a primeira letra do nome de Paulo, outras coisas que as crianças listaram oralmente.Fiquei pensando para quem essa oficina estaria sendo oferecida e percebi o quanto desejo compartilhar com minhas colegas de trabalho(se elas quiserem, claro).Me ocorreu uma ideia de juntar pessoas que tenham curiosidade ou simplesmente queiram ver do que se trata essa oficina.Bom, o que importa e´que esse projeto de linguagem poetica esta cada vez melhor, os alunos recitam, compreendem, expoem seus sentimentos, procuram entender o que o autor quis dizer no poema.Com adulto é difeente, e´menos curioso, sabe mais e se limita a procurar novas possibilidades de trabalhar a leitura.Enfim, a poesia é para encantar, fantasiar, entender o outro e o mundo.Nessa oficina teremos um segredo a ser revelado, porque a autora brinca o tempo todo com o leitor, e espero que , da forma como as crianças em sala gostaram, os adultos possam gostar.Quem desejar saber mais sobre o projeto, entre no blog.Ate´breve.

quinta-feira, 5 de maio de 2011

A Literatura em sala de aula(Cmei Francisca Celia-Natal-RN)

Quando me dispus a desenvolver um projeto de literatura para a educação infantil, percebi de imediato que seria um grande desafio.Comecei a trabalhar na Educação infantil em 2008 aqui em Natal, e foi tudo tao inesperado...Mas, Deus tomou todas as providencias, encontrei pessoas maravilhosas que tiveram paciência de me indicarem alguns caminhos.A própria gestora do Cmei sempre me deu um apoio e incentivo para vencer meus medos.Na educação de base, temos uma tarefa espetacular, tremenda e de grande responsabilidade...Nós temos que cuidar e educar ao mesmo tempo, cuja responsabilidade e´sempre dobrada. Então, um projeto que venha contemplar um projeto maior, envolver objetivos gerais e especifico ,com certeza e´uma façanha e tanto para no´s educadoras.Aqui, quero deixar claro que todas as professoras do nosso Cmei estao empenhadas em dar seguimento ao projeto da "sexta literária"(acontece no terceiro ano consecutivo) e tem data marcada para o dia 27 deste mes de maio.Venha nos fazer uma visita, tem apresentações, exposições de material produzidos pelas crianças em sala, tem apresentações de musicais, fábulas, poesias e contos clássicos.Nesse evento, teremos presença de autores da poesia potiguar, editoras com vendas de livros de literatura infantil e muito mais...Agora, fico cada vez mais feliz ao perceber o quanto o projeto com poesia em sala de aula vem mostrando resultados positivos.As crianças recitam, questionam, montam listagem oralmente e estao despertando o gosto pela poesia.Alguns autores ja estao sendo apresentados em sala,como Pedro Bandeira, Vinicius de Moraes, Roseana Murray, Elias Jose e Jose Paulo Paes.Sinto sempre essa necessidade de apresentar boas obras e bons autores da literatura, isso faz toda a diferença.Conhecer a literatura , gostar de ler e se encantar com a linguagem poetica sao os requisitos basicos para um bom projeto.Estamos em maio e nenhum conteudo ou eixo ficou de lado, todas as atividades estao dentro do contexto.A minha colega de sala, Ana Melo, como todas as que estao se utilizando da poesia como recurso pedagógico, tem suaprópria forma de trabalho.Cada metodologia esta ligada a nossa formação individual.Eu venho de experiências concretas, de oficinas eficientes onde a poesia desperta na criança, o gosto pela leitura prazerosa, pela sensibilidade de perceber o outro, o mundo e seus próprios desejos...Essa semana, realizamos a confecção de dois livrinhos:"Quem somos?" e "A historia começa com ela..." e tudo realizado em sala, com todos participando, uns escreviam, outros recortavam, alguns desenhavam e outros pintavam.No final , o resultado foi melhor do que o esperado.Esse material estara na exposição da "sexta literária"(27/05).Meus cumprimentos a professora Regina que realizou uma oficina belíssima.,  registrei a cena em que a turma dela toda estava empolgada em realizar uma tarefa sobre a"familia"com massinha de modelar e com resultados super significativos, após conversa na rodinha.Desde já, convido minhas colegas de trabalho para arranjarem um tempinho para participarem de uma oficina pedago´gica:"PIPOCA COM POESIA", com o material bem selecionado de Roseana Murray(qual a palavra?)Aguardem a confirmação da data e horário. Quem participar, tera´direito a certificado de participaçao, alem de conhecer um pouco mais sobre uma autora consagrada da literatura infantil.Vagas limitadas e sera´no periodod da tarde.Aguardem.

Aniversario de Marla-a jovem caçula...

Parece que foi ontem, bela menina, alegria da casa e xodo do papai...
Hoje, uma linda jovem, uma mamae de duas lindas princesas.
Penso na doce infância, na querida menina que se tornou a nossa caçulinha, uma companhia que eu sempre adorava.As vezes, ela se parecia mais uma boneca que seus irmãos tinham que cuidar o tempo todo, e isso era uma ordem de nossos pais e nos tínhamos isso como uma tarefa do cotidiano...Lembranças essas que me levam a homenagear essa jovem mae pelo seu aniversário que nao pode passar despercebido.Um afago no seu coração, muita luz e fe na vida, alegrias mil.
Seus irmãos,Marilom, Marli, Eu,Antonia Maria, Marilanda,Mirian e Manoel ...Todos te desejam toda a felicidade do mundo.Que hoje e sempre, as bençãos de Deus estejam no teu lar, o tempo todo.
FELIZ ANIVERSARIO!

segunda-feira, 2 de maio de 2011

caros poetas,,,

A linguagem poetica e´universal , humana e fantastica...Juntos, somos um exercito da PAZ.Gostaria de saber se seria possivel o maior numero de poemas para montar uma antologia, independente de estilo, metrica, rima ou quqlquer outro aspecto.Somos mensageiros da alegria, da fantasia, de novos olhares, de uma linguagem espontanea e apaixonante.Participem do www.diariospoeticos.blogspot.com e deem suas sugestoes.Sozinho, nada somos, juntos somos intrnsponiveis...o convite esta aberto.Maria Antonia Bezerra da silva(poetisa potiguar e professora).

Convite a poesia- uma linguagem de expressao humana e criativa

Como educadora, estou totalmente voltada para um projeto onde o genero poetico é um dos principais recursos de trabalho com a leitura e escrita espontanea.Sou educadora em um Cmei em Natal-RN e decididamente, esse projeto de sala esta agregado ao projeto geral da escola.As poesias de Vinicius de Moraes, Pedro Bandeira, Roeana Murray, Elias Jose, Bartolomeu Camos de Queiroz, Sidonio Muralha, Ruth Rocha ,Cecilia Meirelles,Sylvia Orthof,Eva Furnari, entre outros, como o proprio Monteiro Lobato(homenageado do mes),As oficinas com recital, antologias, drmatizaçoes, desenhos, relatos pessoais, escrita e reescrita, poemoteca, confecçao de livrinhos, mural literario, exposiçao dos trabalhos na "sexta cultural" e entre muitas outras atividades vem provar a importancia de um projeto eficiente e formador de pequenos leitores.O projeto e´flexivel e nos permite acrescentar e modificar estrategias, de acordo com a situaçao.E stou muito feliz em compartilhar ideias de trabalho com A professora Ana Melo(super empolgada com as suas pesquisas )e os trabalhos com poesia em sala de aula, envolvendo todos os eixos e conteudos, tendo como base, o projeto geral da escola.O mural literario e´uma especie de informativo para os pais terem acesso as atividades realizadas em sala.Todos os eixos e conteudos sao contextualizados e a poesia nao perde a graciosidade e encanto, numa linguagem peculiar e propria para a faixa etaria que estamos trabalhando.Agora, estamos selecionando o material para apresentar na "sexta cultural".Estou sentindo interesse das crianças em apresentarem o poema de Vinicius de Moraes.Aguardem.Estao convidados par a a culminancia da primeira parte, teremos exposiçoes de livros confeccionados pelos alunos, recital, sarau, entre outras apresentaçoes...Participem e compartilhem dessas incriveis experiencias na educaçao infantil..(Cmei Francisca Celia Martins-Rua Maria do Carmo-Parque dos Coqueiros-vizinho ao Laercio Fernandes , na ultima sexta do mes de maio, pela manha.Esperamos pela sua presença.

domingo, 1 de maio de 2011

Blogger: www.diariospoeticos.blogspot.com - Postar um comentário

Sejamos poetas das boas novidades, do amor, da dadiva divina do viver...Sejamos autores de versos simples e alegres.Brindemos a vida com as palavras brincalhonas.(Maria Antonia Bezerra)

Sobre um ser que gera vida, cuida de vidas...

Um sentimento enorme se apropria dos meus atos ao escrever sobre um tema que todos dizem, seja em verso ou prosa.É sobre uma pessoa a qual confiamos a nossa propria sorte, nossos segredos, dores e alegrias.Com ela, somos autenticos, seguros, filhinhos, pedimos colo sem medo de pagar mico.Quando a temos conosco, os sonhos sao todos possiveis, o mundo e´menos cruel, mais fraterno.Essa pessoa faz parte da vida da gente antes mesmo de sermos gente.Mas, o que e´mais incrivel é o quanto a descartamos de nosso cotidiano. As vezes, pensamos que essa pessoa já deu tudo o que tinha para nos dar.Um dia, ela acalentou nosso sono, amamentou, ajudou a nos reerguer de quedas tremendas, nos enxugou la´grimas, e riu feito boba para nos reanimar.Em pequenas tragédias, foi uma confidente extraordinária.Nas noites longas de insonia, foi companheira absoluta.Em dias de festa, foi a colega mais animada.Nas pequenas vitó´rias, vibrou como ninguém.E  nos sonhos mais improva´veis, foi a primeira a acreditar nas possibilidades.As vezes, tudo isso se dissipa ao meio de confusoes de uma ingratidao absurda que temos por essa mulher tao cheia de atributos.Filhos e ingratidao sao duas palavras que estao atreladas.E isso me faz refletir sobre a minha infancia, fase que dei muito trabalho a minha mae.Queria voltar o tempo e refazer uma historia, faria toda a diferença hoje.Sinto um remorso enorme em relaçao a filha que fui, as atitudes que eu tinha quando minha mae me dava conselhos ou simplesmente me solicitava alguma coisa.Somos todos, filhos pouco ou muito ingratos, mas todos sao.Penso em todas as maes, em suas dores, alegrias, sonhos, frustraçoes, e nas suas escolhas diante da vida por causa dos filhos.Mas, esses mesmos filhos sao capazes de tais escolhas por suas maes?Sera que a dureza dos filhos ao proferirem certas palavras as suas genitoras , conseguirao apagar a doçura original de uma mulher que gerou e cuidou do filho durante uma vida?O que resta para algumas mulheres que, em troca de um amor grandioso, recebem dor e lágrimas?E sera´que todas elas sabem o sentido de SER MAE?

www.diariospoeticos.blogspot.com: A menina que brincava com as palavras -Maria Antonia Bezerra

www.diariospoeticos.blogspot.com: A menina que brincava com as palavras -Maria Antonia Bezerra

A menina que brincava com as palavras -Maria Antonia Bezerra


Cenas de uma historia
olhar
mundo
infancia
sonhos
risos
alegria
amigos
leitura
brincadeira
quintal
escritos
segredos
novos sonhos
crescer
mudança
adolescencia
alegria
crescer
novos amigos
nova historia
primeiro amor
lagrimas
saudade
ilusao
nova historia
novo amor
livros
novo sonho
outra mudança
crescimento
amor a cinco(esposo e 3 lindos filhos)
novo capitulo
um recomeço
Natal
nova vida.

sábado, 30 de abril de 2011

Marina poema ou poema menina?

Marina, Marina
travessa menina.

Não chora menina,
apenas sorri e brinca.
Marina quer rima ,
A boneca cai e ela a esquece,
da peteca já cansou,
inventa um sonho,
imagina ser princesa,
mas não tem príncipe e nem sapo
Marina quer rima e brinca de ser tudo
muda de idéia a cada instante a pequena menina
ah, Marina menina,
ora me encanta, ora me inspira
sai apenas esses versos,
não encontro rima
Mas Marina poema
ainda será minha pequena menina
minha inspiração para outro poema sem rima.
apenas escrevo, e penso nas travessuras dessa menina...

Remotas lembranças

Um dia, agora bem distante de minha vida,
vivi uma cena marcante na infancia.
Eu sabia que havia algo diferente no tom de voz do meu pai.
Algo acontecia, nao sabia que algo diferente acontecia.
Escrevi os sentimentos no meu caderninho enquanto a casinha sumia no final do caminho.
A escrita era desalinhada. quase indecifravel.Mas, anos depois pude entender o quanto aquela mudança mexera com minha infancia.Eu tinha novas descobertas, novas historias para compreender e um mundo imenso para percorrer, de dentro do meu quintal.E feito um bicho acuado, observava a vida que passava por mim, rostos estranhos, coisas estranhas.Mas ali era o meu novo lugar.Cresci, e ao despertar para o novo lugar, entendi que era o mundo de inspiraçao que eu precisava para começar a acordar as palavras adormecidas...

A menina que brincava com as palavras -Maria Antonia Bezerra


As vezes faceira, outras apressada
a menina caminhando para a escola...
pensamentos mil,quantas invençoes.
as letrinhas da aula pulando em imagens fantasiosas, brincalhonas.
palavras carregadas de sentido,o mundo escrito em imagens na cabecinha inquieta,
o mundo sendo entendido de forma criativa...
o tempo foi passando,uma historia sendo escrita com paciencia...
E a menina cresceu com a poesia dentro de si,
querendo entender poeticamente tudo o que havia ao seu redor.
A poesia se fez das inquietaçoes, da inventividade infantil, dos segredos da menina que brincava com as palavras(...).

Antiga Paixao

Havia um tempo,
de tardes levianas,
uma paixao surge sem promessas.
sem direito a existir...É um segredo.
Aquela aventura de amor, um sonho tao lindo,
jamais seria real.
As tardes de paixao eram invençoes,
nao fazia parte de outra vida ,apenas da minha.
O tempo passou e as ilusoes se dissiparam com o passar dos dias, meses, anos...
Aquela historia nasceu em um olhar, e sumiu na indiferença.
quantos ja nao amaram a pessoa errada?
e como saberia que aquela paixao nunca seria minha?
sinto nostalgia ao lembrar do afago dos meus olhares em busca daqueles lindos olhos negros,
em busca de um simples sorriso...Nada.
Nunca essa paixao ganhara uma unica chance de sobreviver, de me fazer uma mulher feliz.
Mas, foram essas tardes de sonhos que me ensinaram a olhar o amor de frente, sem ilusoes.
Um dia, sem esperar, a paixao que de fato merecia, aconteceu.
As tardes ganharam uma cor que nao se explica,
a aventura amorosa devolveu sensaçoes adormecidas, e uma louca vontade de viver a vida intensamente.Essa era a minha paixao, o meu momento, a minha nova razao de ser e de conhecer um amor de verdade.


(poema de fim de tarde- por Maria Antonia-Natal-RN-30 de abril de 2011)

Poema de fim de tarde

Fim de tarde
 calor intenso
alegria do reencontro
sem palavras
um beijo com sabor saudade
coraçao acelerado
paixao que reacende
reencontro
fim de tarde
recomeço de uma historia
outro beijo, demorado
palavras sem sentido
universo fantastico
o amor existe?
maos que se entrelaçam
e o fim de tarde se vai
a noite chega
e cada um se vai
quem sabe outro dia
outra tarde
outro encontro
e o amor deve estar esperando um novo encontro...

quarta-feira, 27 de abril de 2011

A linguagem poética como recurso pedagógico na educação infantil- por Maria Antonia Bezerra(educadora)

"A linguagem poética como expressão e conhecimento sobre si mesmo, o outro e o mundo em que vivemos."

Sinto o quanto o projeto de literatura vem facilitando as minhas aulas neste ano em que sou professora de alunos
com faixa etária de 5 a 6 anos.Não é nada difícil explorar a criatividade deles, quando a poesia se torna um recurso pedagógico pensado para contemplar eixos e conteúdos.Os poetas da literatura infantil foram elencados e estão sendo apresentados pouco a pouco, de acordo com o tema e a situação.Ficaram divertidas as aulas, onde se joga com a fantasia, a criatividade e a curiosidade das crianças.Essa semana, estamos trabalhando um poema de Vinicius de Moraes(a porta) e estamos utilizando diversas estratégias para facilitar a compreensão dos alunos. A brincadeira, a leitura, a fantasia estão atrelados ao processo de aquisição da leitura e da escrita quando não pensamos na poesia como uma mera atividade, mas como uma ampla forma de ver o mundo, de falar de como nos sentimos em relação a esse mundo em que vivemos nas diversas linguagens que o corpo possa produzir.A sala de aula, depois desse projeto, tornou-se prazeroso todo ato de leitura(fábulas, narrativas e principalmente poemas).A linguagem poética favorece o processo de alfabetização e de compreensão sobre os valores essenciais a formação de um mundo mais fraterno, menos injusto e melhor para se viver.Como professora, me sinto entusiasmada com um projeto que esta dando certo, tanto para a sala da "Amizade", como para outras salas.Quando vejo que minha colega de trabalho, Ana Melo, esta empolgada com os resultados obtidos nessas primeiras semanas de aula, vejo que estamos trilhando o caminho certo.A Poesia, quando bem trabalhada, surte um efeito extraordinário nas diversa áreas de conhecimento, como na própria vida dos envolvidos.Sou amante da poesia e pretendo encantar meus alunos com leituras contextualizadas, coerentes e simplesmente maravilhosas...

domingo, 24 de abril de 2011

Marina poema ou poema menina?

Marina
é nome da menina
mas como saber
se Marina
é nome de poema
ou nome de Menina?
Se é um poema,
Teu riso é verso
Teu nome é rima.
Se és menina,
és doce, és beleza divina
Marina, Marina...
Teu nome bem a define
Marina menina ou
Poema menina?
Teu encanto encontra meus versos
Pequenos para falar dessa linda menina.
Marina, Marina!

sábado, 23 de abril de 2011

A menina que brincava com as palavras -Maria Antonia Bezerra

As brincadeiras
as descobertas
uma ideia
as letras
um sonho
um novo mundo
um poema
a infancia
tudo junto
pequeno segredo
uma historia
uma menina e seu caderno...

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Crônica sobre feriado de páscoa...

  Chega a bendita quarta feira e uma felicidade estranha me invade, mesmo sabendo que amo estar em sala com meus alunos.Na cabeça, um vazio me domina, por nao poder pegar a estrada com a familia, rumo a cidade que nao consigo esquecer(Areia Branca).A quarta chegou recheada de alegria em um momento doce, com os colegas de trabalho,apos um almoço delicioso preparado pelas fadas da cozinha(d.Rosa, Jaqueline, Jarlane...).O momento com as crianças, a ceia simbolica e a emotiva expressao das crianças que romperam um choro quando se deu a parte que Jesus foi crucificado.Na troca de doces, adorei a caixa de bombons...e meus filhos idem.A colega Mary sempre levanta meu astral com seu sorriso largo.As professoras novatas sao muito cativantes e eu continuo trocando os nomes delas...e´incrivel essa minha falta de atençao.Outro momento que nao posso deixar de registrar foi o instante em que a nossa diretora adentrou pela minha sala para avisar a turma que estava na hora da ceia e todas as crianças perguntaram se ela era a coelhinha da pascoa por causa de um colar cervical...Entao, a manha foi cheia de momentos significantes, e na cabeça ficou um leve desejo de viajar e curtir um belo feriado.Fiquei na vontade...Mas, tudo passa, e logo poderei fazer alguma viagem para o lugar onde se encontram minha mae e meus irmaos(e um monte de sobrinhos que eu amo).Nesses escritos, nao tive inspiraçao de escrever um unico verso,nada...e se falasse , acho que sairia um poema cheio de nostalgia.Fico por aqui, curtindo meus filhos, minha sobrinha que veio nos visitar e os livros que releio quando posso, quase nao tenho nada para fazer, a casa e´pequena e os filhos nao bagunçam muito(rsrsrsr).Sinto saudades dos dias cheios de afazeres, passeios pela praia, oficinas poeticas aos sabados no projeto que durou 10 anos de minha vida em Areia Branca.Esse desejo de curtir 4 dias sem compromisso com sala de aula, planos e projetos me fazem escrever, levada pela simplicidade de uma professora que se cobra bastante e deseja ver resultados no processo da aprendizagem das crianças.Assim, finalizo esse texto agradecendo a Deus por tudo que sou e tenho, e nao sao coisas materiais...Agradeço ao meu Senhor por tudo mesmo, principalmente pela saude de toda a minha familia.

domingo, 10 de abril de 2011

Quando comecei a ser...

 Agradeço a Deus todos os dias de minha vida, por tudo o que sou e tenho...Sou feliz,
tenho alegria.
Tenho um amor que cuida de mim.
sou autentica em meus atos,
tenho tres filhos companheiros e saudaveis,
sou uma filha abençoada, tenho 6 irmaos maravilhosos,
tenho um encanto infinito por poemas(potiguar,classicos e os meus),
sou apaixonada pela vida,
tenho um coraçao aberto aos sentimentos de solidariedade e amor,
sou uma mulher que diz o que pensa e realiza aquilo que acredita,
tenho a coragem de dizer que errei com a humildade de uma criança,
sou atenciosa no momento de ouvir meu semelhante e valorizo as habilidades dos outros,
tenho as incertezas que todo ser humano tem em relaçao ao amanha,
sou as vezes boa, as vezes ma´, do ponto de vista das pessoas que me julgam...Mas eu continuo tentando aprender todos os dias, querendo ser transformada pela incrível obra do Senhor.Quero ser amiga, fraterna, paciente, corajosa,batalhadora...Mas a cima de tudo,uma pessoa que aprenda com os erros, que consiga calar quando alguem me provocar...Eu ja fui uma casca de verdades infundadas, hoje sou fruto de uma transformaçao...Em 2007, tudo começou a mudar quando pedi a Deus uma saida para a minha vida que estava perdendo o sentido.Entao, fui ouvida e recebi mais do que pedi e muito alem daquilo que merecia...Sou e tenho.Tenho e sou , porque meus caminhos tem um comandante fiel e poderoso, ninguem me atinge com inveja ou maldade .  

sábado, 9 de abril de 2011

www.diariospoeticos.blogspot.com: www.diariospoeticos.blogspot.com: www.diariospoeticos.blogspot.com: Histórias que encantam

A escola,
correria,
descobertas,
ideias,
um lapis,
um caderno,
meu sonho,
um poema,
minha vida...
(Maria Antonia relembra seus primeiros poemas)
Natatal-09 de abril de 2011

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Blogger: www.diariospoeticos.blogspot.com - Postar um comentário

Areia Branca...teu nome é saudade.
Estive ha tao pouco por ai, caminhando pelas calçadas de tuas ruas linheiras,sentindo a brisa de tuas salinas, me deliciando com tuas paisagens singulares...
Estou distante de teus encantos ,de um afago de uma gente hospitaleira,de tuas praias quentes e inspiradoras...
Areia Branca de um carnaval juvenil, de tardes preguiçosas, de sonhos possiveis, de saudades permanentes...
Areia Branca, lugar de onde parti, mas que pretendo sempre voltar.
Areia Branca de minha infancia, do lugar que plantei e colhi sonhos...Teu nome e´uma saudade so´...(Maria Antonia)-Natal-Rn

A menina que brincava com as palavras -Maria Antonia Bezerra


A alegria de dizer o que nao foi dito, a emoçao de conhecer outras culturas, sem duvida alguma me faz crer que os meios tecnologicos aproximam as pessoas e dao maiores condiçoes do individuo viver melhor com o seu semelhante...Entao, escrever e´algo que mais me fascina, depois de uma boa leitura,claro.

(...)meu canto inverso vai de encontro aos grandes poetas,
sei apenas brincar com as palavras, e invento mundos que nuca conheci,
Sou professora, saio procurando motivos para encantar as crianças com ideias e palavras...
Um dia, bem distante do hoje, fui uma menina que aprendeu a brincar com as palavras...

www.mariaantonia@bol.com.br

www.diariospoeticos.blogspot.com: www.diariospoeticos.blogspot.com: Histórias que encantam

AO MEU AMOR...
Hoje pensei tanto nos teus abraços, nos teus cuidados, no teu sorriso, no teu carinho que e´tudo em minha vida.Poderia falar dessa imensa distancia que nos separa, a imensidao do oceano atlantico que nos impede um abraço gostoso.Sei que te amo tanto que ja nao me pergunto quanto tempo tem o nosso amor.Parece que a minha vida sempre esteve na tua vida...Quantas aventuras ate que pudessemos ser felizes para sempre.A frase que resume tudo o que penso sobre nos dois é o seguinte:EU TE AMO,IVO.Somamos uma historia maravilhosa de conquistas, superaçoes e sonhos, mas o que é mais valioso nao tem preço...O nosso tesouro se define em tres nomes:Wiclyff,Winderson e Wanderson.Esses sao os reais motivos para a nossa historia ser cada vez mais solida.Te amo.(Maria Antonia)

www.diariospoeticos.blogspot.com: Histórias que encantam

poema de sexta feira
Pela manha, ja sinto uma inquietude estranha
mais um fim de semana e eu me envolvo na bela cidade do Natal,
Deixo os sapatos no canto, os livros de sala de aula na mesa da sala...
É sexta, dia em que vibro de alegria,quero aliviar esse cansaço que me acompanha.
Mas levo comigo um sorriso no canto da boca pelas alegres manhas dessa segunda semana de abril.
Penso em correr para um cantinho da minha vida e refletir sobre meus recentes atos...Nao posso.Vou cuidar dos meus poemas de fim de dia, fim de tarde, fim de tudo...Poemas sao assim, nao queremos deixa´-los a sos.A poesia no cotidiano sai sem rima, sem metrica, sem ritmo...mas sai com as palavras da alma.O poema de uma sexta tem o sabor de uma fruta fresca em uma manha gostosa de primavera.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

www.diariospoeticos.blogspot.com: www.diariospoeticos.blogspot.com: Histórias que encantam

www.diariospoeticos.blogspot.com:

O livro"A menina que brincava com as palavras sera apresentado em Areia Branca, em seguida, em Natal,para toda a comunidade escolar e amigos em geral.Confiram.Siga o blog e suas novidades.
Maria Antonia-Natal-6 de abril de 2011

www.diariospoeticos.blogspot.com: www.diariospoeticos.blogspot.com: Histórias que encantam


www.diariospoeticos.blogspot.com: www.diariospoeticos.blogspot.com: Histórias que encantam
A cada ato ,
a cada dia,
um abraço,
um afago de uma criança...
Hoje foi o primeiro dia de aula com meus novos alunos...
Eu me senti cheia de energia para recomeçar...porque acredito na transformaçao da realidade atraves do conhecimento.Um cheiro para todos eles, a escola se abre para um novo recomeço.Maria Antonia(educadora infantil do Cmei Francisca Celia-Natal(06 de abril de 2011).Somos uma equipe forte de profissionais que primam pela educaçao de qualidade.Sejam todos bem vindos, crianças e comunidade em geral.A proposito, lemos em sala o poema de Jose Paulo Paes e foi lindo...As crianças tinham um brilho no olhar que tornou essa bela manha de quarta, uma delicia.Um abraço para as companheiras de trabalho, que sao:Regina, Ana, Micarla,Katiene,Diegia, Mary,Gidalia,Ana luiza,Vanice,Viviane,Tania,Edneia,Ednah,Fatima,Alexandra,Eliana e as de mais(todas comprometidas com um ensino de qualidade).O projeto geral do Cmei esta repleto de inovaçoes, tendo como pilares embasadores, os valores essenciais a formaçao e desenvolvimento de nossas crianças.Nos temos em nossas maos, a tarefa grandiosa de cuidar e educar.Deus e fiel.(Maria Antonia Bezerra da Silva-educadora infantil-pedagoga e poetisa potiguar)-Natal-Rn-06 de abril de 2011.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

A menina que brincava com as palavras -Maria Antonia Bezerra


O livro esta sendo preparado para ser publicado ainda esse ano de 2011,e tem com foco a importancia da leitura, criatividade e fantasia na vida de uma criança.O livro esta organizado em verso e prosa, esta dedicado a adultos e crianças.A minha alegria a cada trabalho apresentado e o reencontro com os leitores ,amigos, familia e novos leitores...Espero que mais um livro tenha o mesmo resultado que os 3 ultimos(petalas de sonhos-2003,Ler,pensar e construir-2005,e Poemas na Areia-2009).
Abraço.Maria Antonia Bezerra da Silva(escritora,professora).Natal-2011